Meio Ambiente

Embalixo é primeira empresa do ramo a adotar medidas para zerar a emissão de carbono em 2022

A previsão é de redução de 35% até dezembro deste ano. Instalação de painéis de energia solar, emissão de relatórios de diagnóstico e limitação de velocidade dos caminhões de entrega estão entre as ações.

Sempre preocupada em entregar produtos com o maior nível de energia limpa possível, a Embalixo prevê uma redução de 35% na emissão de carbono até dezembro deste ano, com previsão de zerar a taxa em 2022. Para isso, a empresa adotou uma série de medidas com foco em zerar a emissão de carbono em suas fábricas, tornando-se a primeira do ramo a começar esse movimento.

Algumas ações foram colocadas em prática já este ano, para iniciar o processo de redução da emissão do carbono, são elas:

  • Relatório de diagnóstico de emissão;
  • Instalação de painéis de energia solar para conseguir uma energia mais limpa para a fábrica toda;
  • Limitação da velocidade dos caminhões, diminuindo assim a fumaça emitida pelos veículos;

Para alcançar essa marca zero, a empresa também poderá investir em reflorestamento para compensar o nível necessário. E não são apenas essas medidas que integram o plano de neutralização: a Embalixo também é responsável pela criação do primeiro saco para lixo com zero emissão de carbono e também produtos feitos de fonte renováveis e de materiais gerados a partir de economia circular.

“Nosso objetivo é incentivar a economia circular e fontes renováveis de energia. Em nossos insumos, utilizamos exclusivamente materiais recicláveis e agora trabalhamos para alcançar essa sustentabilidade também na operação produtiva. Essa é uma necessidade urgente, não mais do futuro, por isso buscamos investir em medidas que vão beneficiar todas as frentes, desde a empresa ao consumidor final e ao planeta”, diz o diretor comercial da empresa, Rafael Costa.

Panorama no Brasil

Em 2018, o Brasil foi o 14º país que mais emitiu dióxido de carbono (CO2), o principal gás responsável pelo efeito estufa, no mundo. De acordo com estudo na Nature Climate Change, durante o período da quarentena, as emissões de carbono caíram 25,2% – entre 20 de março e 3 de abril. Mas essa redução é temporária, uma vez que a vida voltará ao normal e o consumo de plástico e emissão de carbono consequentemente irão aumentar.

Sobre a Embalixo

Líder nacional na categoria de sacos para lixo, a Embalixo soma 17 anos de atuação, com duas plantas no Brasil – Hortolândia/SP e Manaus/AM -, contando com mais de 400 colaboradores. A empresa tem a inovação e a sustentabilidade como pilares básicos do negócio, oferecendo soluções exclusivas ao mercado, como o saco para lixo feito de planta com tecnologia que captura a emissão de gás carbônico; saco para lixo com alças; com abas; antibacterianos; com repelente de moscas e mosquitos; com neutralizador de odores; sacos com material reciclado; e, recentemente, lançou o 1º saco para lixo vegano do mundo.

Imagem: Divulgação

Mais em: Embalixo e Novità Comunicação

Mais Acessadas

Início