Literatura

Alunos do NEI participam do projeto “RECITAR: A PALAVRA EM VERSO VIVO”

Prefeitura de Santa Bárbara lança projeto de incentivo à leitura, composição e declamação de poesias e talentos literários.

O projeto “Recitar: a palavrar em verso vivo”, lançado em 09 de junho, pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo da Prefeitura Municipal de Santa Bárbara d´Oeste, visa ao incentivo à leitura, composição e declamação de poesias, também valoriza novos talentos literários barbarenses, além de oportunizar a encenação de esquetes de poemas de autores consagrados.

Segundo o secretário de Cultura e Turismo, Evandro Felix, o “Projeto Recitar” trará em cena a essência do consagrado “Verso Vivo”, que já lançou diversos profissionais no campo das Artes Cênicas, Literatura e Pedagogia, além de desenvolver a formação de plateia. Segundo ele, a nova proposta será uma chance de aprendizado em conjunto que incentivará o trabalho em grupo e envolverá os professores na elaboração artística, literária e criativa de cada esquete.

“O prefeito Denis Andia apoia essa ação e sempre busca valorizar os artistas da nossa cidade e também os que estão por vir. Estamos resgatando projetos de base e investindo em novas atividades que incentivem crianças e jovens sobre o fazer e o atuar na cultura local”, afirma Evandro. “Por meio da iniciativa desenvolveremos em médio prazo a formação de plateia e cidadãos mais envolvidos na cultura local. Jovens críticos, conscientes e formados culturalmente”, complementou o secretário.

As inscrições encerraram em 07 de julho e os alunos do Núcleo de Educação Integrada, organizados como grupo amador de teatro, assumiram esse desafio e se inscreveram no concurso. Participarão do “Projeto Recitar: a palavrar em verso vivo” os alunos Nicolas Santos do Nascimento (6º), Sophia Florêncio Guarnieri (6º), Daniel Ricci Archangelo (7º), Giovana Rodrigues de Jesus (7º), Guilherme Sampaio da Silva (8º), Maria Eduarda Gimenez (8º), Matheus de Oliveira Romã (8º), Gabriela Fonseca de Assis (9º), João Carlos Morales Lopes (9º), Sthefany Moraes de Oliveira (9º) e Vittoria Yslla Ulian (9º), em Melhores Declamadores de Poemas de Autores Consagrados e Declamadores de Poemas de Autores Barbarenses.

A educadora de Literatura e Língua Portuguesa do Núcleo de Educação Integrada, Maria Regina Sargiolato, disse orgulhosa que “é extremamente gratificante ver nossos alunos manifestarem interesse pela literatura e assumir o desafio de se apresentarem, juntamente com outros talentosos adolescentes, diante de uma plateia”.

“Projetos como esse são muito importantes, não apenas para os jovens alunos, mas para toda a população barbarense e da região, pois promove e faz refletir acerca dessa cultura genuinamente humana, que é a fala e a escrita”, conclui o Superintendente da Fundação Romi, Vainer Penatti.

Apresentações

O evento será realizado nos dias 23, 24 e 25 de agosto no Teatro Municipal “Manoel Lyra”, em Santa Bárbara d´Oeste, sendo que no dia 23 de agosto se apresentarão os participantes das Escolas Municipais; no dia 24 de agosto será o dia dos estudantes das Escolas Estaduais e Particulares do Ensino Médio e Técnico; e, no dia 25 de agosto, será a vez dos participantes de grupos teatrais. As apresentações começarão sempre às 19h30 e a premiação será no mesmo dia das apresentações de cada categoria.

As três categorias serão subdivididas em dois gêneros: Poemas de Autores Consagrados e Poemas de Autores Barbarenses, obrigatoriamente, em Língua Portuguesa, não podendo tratar-se de uma tradução de poema de língua estrangeira. Serão premiados com Troféus de 3º, 2º e 1º colocados: os Melhores Declamadores de Poemas de Autores Consagrados, Declamadores de Poemas de Autores Barbarenses, os Autores dos Melhores Poemas Barbarenses; Esquetes dos Poemas de Autores Consagrados, Esquetes dos Poemas de Autores Barbarenses, o Melhor Figurino, a Melhor Cenografia, a Melhor Sonoplastia, a Melhor Maquiagem e a Melhor Iluminação de cada Categoria, não havendo, nesses quesitos, distinção entre os dois gêneros.

Sobre o NEI

O Núcleo de Educação Integrada é fruto dos mais de 20 anos de experiência da Fundação Romi na área de Educação. Uma escola de Ensino Fundamental II, cujo sistema de ensino, próprio e inovador, faz do aluno agente ativo de sua própria formação. A proposta pedagógica abrange o currículo oficial do Ministério da Educação, além de diversas áreas do conhecimento que, através da interdisciplinaridade e desafios, desenvolvem a autonomia e a capacidade de socialização de seus alunos. Av. Monte Castelo, 1095, Jd. Primavera – Santa Bárbara d’Oeste, SP. (19) 3499-1555. www.fundacaoromi.org.br/nei. www.educacaoquetransforma.org.br

Sobre a Fundação Romi

Criada em 1957, em Santa Bárbara d’Oeste, pelo casal Américo Emílio Romi e Olímpia Gelli Romi, a Fundação Romi tem como missão promover o desenvolvimento social e humano através da educação e cultura. Pioneira na promoção da comunidade regional e na realização de ações sociais, atende mais de 30 mil pessoas/ano por meio de seus quatro grandes eixos: o Centro de Vivências do Desenvolvimento Infantil (CEDIN), o Núcleo de Educação Integrada (NEI), Centro de Documentação Histórica (CEDOC) e a Estação Cultural (EC). Tendo como apoiadora a Indústrias Romi S.A., instituições governamentais e não governamentais e demais parceiros da iniciativa privada, a Fundação Romi objetiva, continuamente, atingir maior número de beneficiários por meio de suas áreas de atuação, seus programas e projetos. Av. Monte Castelo, 1095, Jd. Primavera – Santa Bárbara d’Oeste, SP. (19) 3499-1555. www.fundacaoromi.org.br.

Mais em: Fundação ROMI

Mais Acessadas

Início