Moda

Adidas pode faturar US$ 1 bilhão com tênis com lixo do mar reaproveitado

O tênis da Adidas foi criado em parceria com a ONG Parley, que une empresas e líderes ambientais para criar projetos capazes de colaborar com a situação ambiental dos oceanos, tão ameaçados pelas milhões de toneladas de lixo plástico que despejamos neles a cada ano.

Há três anos a Adidas anunciou o lançamento de um tênis feito a partir de materiais coletados do oceano, como sacolas plásticas e pedaços de redes de pesca. Agora, a companhia anuncia uma novidade que pode fazer o produto render mais de 1 bilhão de dólares aos seus cofres.

Cada par de tênis contém o equivalente a 11 garrafas plásticas, seus resíduos foram coletados na área costeira das Maldivas. Inicialmente foram fabricados 7 mil pares, vendidos quase que instantaneamente, e agora a empresa anunciou que pretende produzir mais 5 milhões deles, a serem vendidos por cerca de 220 dólares cada um (cerca de R$ 821). Isso significa que a marca deve faturar mais de um bilhão de dólares tentando resolver um dos maiores problemas ambientais do mundo.

A ESTRATÉGIA DO AIR DE PARLEY

Os oceanos nos dão vida. Nós lhes damos plástico. Vamos inventar nosso jeito de sair disso. Juntos.

Parley AIR é a estratégia para acabar com a crescente ameaça da poluição por plásticos marinhos. Acreditamos que o plástico é uma falha de projeto, que só pode ser resolvida reinventando o material em si. Para criar mudanças, podemos parar de produzir mais plástico imediatamente e usar resíduos de plástico marinho reciclados. Todo mundo tem um papel a desempenhar.

EVITE O  PLÁSTICO, ONDE POSSÍVEL

RESÍDUO DE PLÁSTICO DE INTERCEPÇÃO

REDESIGN  O MATERIAL PRÓPRIO

AQUI ESTÃO OS PROBLEMAS NOSSO OCEANOS FACE

Uma enorme quantidade de lixo plástico acaba em nossos oceanos a cada ano. As correntes oceânicas formaram cinco gigantescos redemoinhos de movimento lento, onde o plástico recolhe, apelidado de Vortex. Estudos recentes indicam que pelo menos 5 trilhões de peças pesando mais de 250.000 toneladas estão agora flutuando nos oceanos do mundo. A maioria dos detritos de plástico afunda ou permanece nos Vortexes, no entanto, uma porcentagem significativa dela lava em nossas linhas costeiras diariamente.

Depois que a luz solar fotodegrina o plástico em pequenos pedaços, a vida aquática e as aves marinhas confundem esses fragmentos com alimentos e ingerem-no.

Embora seja difícil saber números exatos, um relatório de 2012 da WSPA indica que entre 57.000 e 135.000 baleias são enredadas por detritos marinhos de plástico todos os anos, além dos inestimáveis ​​- mas provavelmente milhões – de pássaros, tartarugas, peixes e outras espécies afetadas pelo plástico. detritos marinhos.

Novos estudos mostram que o plástico ingerido danifica os órgãos internos dos peixes. Isso levanta a questão sobre a segurança dos nossos frutos do mar.

Se não conseguirmos limpar o plástico e impedir a poluição contínua dos oceanos, estaremos enfrentando a possível extinção de muitas espécies de vida marinha e a interrupção de todo o ecossistema.

Também arriscamos a saúde de quem come frutos do mar.

MISSÃO

O PLÁSTICO É UMA FALHA DE DESIGN. NÓS PODEMOS APENAS TERMINAR O PROBLEMA COM UM NOVO MATERIAL. NA MEDIDA, SALVAMOS A VIDA SELVAGEM MARINHA, LIMPANDO AS LINHAS DE BRUTO E OCEANOS E CORTANDO A PRODUÇÃO DE NOVOS PLÁSTICOS VIRGENS ATRAVÉS DE SISTEMAS DE RECICLAGEM DE LOOP FECHADOS.

A ABORDAGEM:

AIR AVOID. INTERCEPTAR. REDESENHAR.

A maior parte do plástico em nossos oceanos é quebrada em pequenos pedaços 1/4 de uma polegada ou menores e espalhados por áreas enormes. O centro de um Vórtice, onde a concentração de plástico é mais alta, está em constante movimento. É difícil coletar e recuperar este plástico sem prejudicar o peixe e a vida marinha.

Apenas uma minoria de poluição de plástico flutua sobre ou perto da superfície, enquanto a maioria afunda no fundo do oceano. Embora ainda pareça impossível limpar os Vortexes, enormes volumes de detritos plásticos são despejados nas praias e costas, onde podem ser coletados com relativa facilidade e sem tecnologia complexa pela rede global de organizações de limpeza Parley.

Campanhas de conscientização, operações de limpeza e iniciativas de reciclagem nos permitem ajudar a aliviar as ameaças imediatas à fauna marinha e reduzir o uso de plásticos virgens no design, fabricação e distribuição de produtos. Em estreita colaboração com as principais marcas, também trabalhamos para reduzir o uso geral de plástico.

Mas só podemos acabar com a poluição do plástico marinho a longo prazo se inventarmos materiais mais inteligentes e sincronizarmos o sistema econômico da humanidade com o ecossistema da natureza. Portanto, a Parley, com sua rede global de especialistas, está operando um extenso programa de pesquisa e desenvolvimento para inventar alternativas e estabelecer novos padrões do setor.

Imagens: Divulgação

Mais em: Adidas e Parley

Mais Acessadas

Início