Dança

São Paulo Companhia de Dança revela programação online de 20 de abril a 1º de maio

Le Spectre de la Rose (2014), de Mario Galizzi, será apresentada na íntegra com opção de audiodescrição.

A São Paulo Companhia de Dança (SPCD), corpo artístico da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, gerida pela Associação Pró-Dança e dirigida por Inês Bogéa, anuncia as atividades online de sua campanha #SPCDdigital para a quinzena de 20 de abril a 1º de maio. A iniciativa, que se soma à ação #CulturaEmCasa, criada pelo Governo do Estado de São Paulo para contribuir no enfrentamento do novo coronavírus (COVID-19), visa oferecer diferentes conteúdos ligados à difusão da dança no meio virtual, estimulando a permanência das pessoas em seus lares.

A partir do dia 24/04, o público vai poder conferir na íntegra a transmissão de Le Spectre de La Rose, um clássico moderno criado em 1911 por Michel Fokine (1880-1942) e que, em 2014, ganhou uma versão especial para a SPCD assinada por Mario Galizzi. Conduzida pela música de Carl Maria von Weber (1786-1826), executada em cena pelo pianista Cristian Budu, a obra revela a relação entre uma jovem e o espírito de uma rosa recebida por ela por um pretendente em seu primeiro baile.

A estreia é acompanhada por uma novidade: pela primeira vez a campanha #SPCDdigital disponibiliza uma criação na íntegra com opção de audiodescrição, em um projeto de acessibilidade realizado pela Mais Diferenças. Dessa forma, a SPCD oferece às pessoas com deficiência visual um contato mais aprofundado com a experiência da dança também no ambiente virtual. O espetáculo ficará disponível GRATUITAMENTE, para visualização sob demanda, por 15 dias. Ao fim do período, uma nova criação entrará em cartaz, sempre às sextas-feiras.

O selo #SPCDdigital abrange ainda o fortalecimento do streaming dos documentários Figuras da Dança, que apresentam a história da dança no País a partir de depoimentos em primeira pessoa de grandes personalidades da área. Neste período, serão destacados documentários com Márcia Haydeé e Eva Schul, que surgem ainda nas redes sociais da Companhia com mensagens em vídeo de estímulo à campanha #fiqueemcasa.

Para comemorar o Dia Internacional da Dança, festejado no dia 29 de abril, a diretora artística Inês Bogéa comanda uma live no perfil da SPCD no Instagram. Na ocasião, ela comenta Polígono, primeira coreografia criada para a Companhia, em 2008. Assinada pelo coreógrafo italiano Alessio Silvestrin, a obra exemplifica nos movimentos a estrutura da música, uma releitura do Het Collectief para a Oferenda Musical, de Johann Sebastian Bach. Durante a live, Inês apresenta os meandros dessa produção, além de responder a perguntas do público virtual.

As crianças estão contempladas com a estreia do segundo episódio do podcast Contos do Balé, inspirado no livro homônimo escrito por Inês Bogéa e publicado pela Editora Sesi-SP. Dessa vez, Inês e Rodolfo Dias Paes (DiPa) narram a história de O Corsário, que inspira um grand pas de deux presente no repertório da Companhia. O roteiro é baseado em um trecho do livro Outros Contos do Balé, também de autoria de Inês e publicado pela Editora Sesi-SP. Com novos episódios publicados sempre na primeira sexta-feira de cada mês, o podcast apresenta contações de grandes histórias de clássicos do balé de repertório. Os conteúdos ficam disponíveis no canal da SPCD no YouTube e nos principais tocadores de áudio online.

A campanha #SPCDdigital pode ser conferida em todas as redes sociais da SPCD: Facebook (@spciadedanca), Instagram (@saopaulociadedanca), Twitter (@spciadedanca) e YouTube (Memoria_SPCD).

#SPCDDigital – Cronograma de 20 de abril a 01 de maio

Data: 20/04 (segunda-feira)

Conteúdo: Figuras da Dança – Márcia Haydeé

O que é: Documentário sobre uma das bailarinas e coreógrafas brasileiras mais celebradas no exterior. Disponibilização de vídeo na íntegra.

 

Data: 24/04 (sexta-feira), às 18h

Conteúdo: Obra completa– Le Spectre de La Rose

O que é: Transmissão da obra coreografada por Mario Galizzi. Disponibilização de vídeo na íntegra, pelo período de 15 dias, com opção de audiodescrição.

 

Data: 27/04 (segunda-feira)

Conteúdo: Figuras da Dança – Eva Schul

O que é: Documentário sobre a bailarina que marcou a história da dança no Rio Grande do Sul e é referência da dança moderna no Brasil. Disponibilização de vídeo na íntegra.

 

Data: 29/04 (quarta-feira), às 19h

Conteúdo: Obra comentada – Polígono por Inês Bogéa

O que é: No Dia Internacional da Dança, a diretora da São Paulo Companhia de Dança comanda uma live no perfil da SPCD no Instagram para comentar trechos da primeira obra criada para a Companhia. Na sequência, o público poderá bater um papo com Inês.

 

Data: 01/05 (sexta-feira)

Conteúdo: Podcast Contos do Balé: Episódio #02 – O Corsário

O que é: No segundo episódio do podcast voltado ao público infantil, a diretora artística da São Paulo Companhia de Dança, Inês Bogéa, se une a Rodolfo Dias Paes (DiPa) para narrar a história que inspirou o grand pas de deux presente no repertório da SPCD.

 

SÃO PAULO COMPANHIA DE DANÇA

Direção Artística e Executiva | Inês Bogéa

Criada em janeiro de 2008, a São Paulo Companhia de Dança (SPCD) é um corpo artístico da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, gerida pela Associação Pró-Dança e dirigida por Inês Bogéa, doutora em Artes, bailarina, documentarista e escritora. A São Paulo é uma Companhia de repertório, ou seja, realiza montagens de excelência artística, que incluem trabalhos dos séculos XIX, XX e XXI de grandes peças clássicas e modernas a obras contemporâneas, especialmente criadas por coreógrafos nacionais e internacionais. A difusão da dança, produção e circulação de espetáculos é o núcleo principal de seu trabalho. A SPCD apresenta espetáculos de dança no Estado de São Paulo, no Brasil e no exterior e é hoje considerada uma das mais importantes companhias de dança da América Latina pela crítica especializada. Desde sua criação, já foi assistida por um público superior a 732 mil pessoas em 17 diferentes países, passando por mais 142 cidades em cerca de 960 apresentações. Desde sua criação, a Companhia já acumulou mais de 30 prêmios nacionais e internacionais. Além da Difusão e Circulação de Espetáculos, a SPCD tem mais duas vertentes de ação: os Programas Educativos e de Sensibilização de Plateia e Registro e Memória da Dança.

INÊS BOGÉA – Direção Artística e Executiva | Inês Bogéa é doutora em Artes (Unicamp, 2007), bailarina, documentarista, escritora, professora no curso de especialização Arte na Educação: Teoria e Prática da Universidade de São Paulo (USP) e autora do “Por Dentro da Dança” com a São PauloCompanhia de Dança na Rádio CBN. De 1989 a 2001, foi bailarina do Grupo Corpo (Belo Horizonte). Foi crítica de dança da Folha de S. Paulo de 2001 a 2007. É autora de diversos livros infantis e organizadora de vários livros. Na área de arte-educação foi consultora da Escola de Teatro e Dança Fafi (2003-2004) e consultora do Programa Fábricas de Cultura da Secretaria de Cultura do Estado (2007-2008). É autora de mais de quarenta documentários sobre dança.

Imagens: Divulgação

Mais em: SPCD – SÃO PAULO COMPANHIA DE DANÇA

Imagem: Divulgação – Luiza Yuk e Yoshi Suzuki em cena de Le Spectre de La Rose (2014), de Mario Galizzi ǀ Foto: Clarissa Lambert

Imagens: Divulgação – Le Spectre de la Rose: uma das estreias do programa (Clarissa Lambert)

Imagem: Divulgação – Uma mulher que busca o aroma de uma rosa e um homem que encarna o espírito da flor são os personagens de Le Spectre de la Rose (Clarissa Lambert)

Imagem: Divulgação – Le Spectre de la Rose é um espetáculo de dança moderna com coreografia do prestígio Mario Galizzi (Clarissa Lambert)

Imagem: Divulgação – Violinistas da Osesp tocam ao vivo a trilha sonora de workwithinwork (Clarissa Lambert)

Mais Acessadas

Início