Comportamento

Quarentena: É possível usufruir de serviços de beleza em casa de forma segura, saiba como

Orientações devem ser seguidas tanto pelo profissional quanto pelo cliente.

Os serviços de beleza em domicílio foram liberados, mas, será que receber esses profissionais em casa é realmente seguro? Segundo a infectologista do Hospital São Francisco de Mogi Guaçu, Dra.Fabiana Sinisgalli Romanello, é possível fazer um corte de cabelo ou fazer as unhas de forma segura.

Entre as medidas necessárias para evitar o contágio está em conhecer bem o profissional que você irá receber em sua casa e saber se ele está tomando todo os cuidados para evitar a transmissão. “Sabendo quais são os cuidados do profissional e como ele trabalha podemos evitar disseminação do vírus”, explica a infectologista.

Ao receber o profissional em casa, é indispensável que ele já esteja usando máscara. Retire os sapatos na entrada, desinfecte as mãos e, depois, coloque luvas de vinil e um avental que cubra a maior parte da roupa. “A cada novo cliente, é importante que o profissional higienize e desinfecte todos seus instrumentos de trabalho, como tesouras, pentes e alicates, além de trocar o avental e as luvas. Afinal, a infecção causada pelo novo coronavírus, pode ser transmitido pelo contato”, conclui a médica do Hospital São Francisco de Mogi Guaçu.

Estas medidas não servem só para o profissional de beleza, os clientes também devem tomar todos os cuidados necessários, como usar máscaras durante o atendimento e fazê-lo em um ambiente arejado e com o mínimo de pessoas ao redor. “Todos estes procedimentos podem diminuir a chance de contaminação, sendo assim solicitar a visita desse profissional só deve ocorrer se realmente for necessária, explica a infectologista.

Sobre o Hospital São Francisco de Mogi Guaçu

Com mais de 30 anos de história, o Hospital São Francisco teve seu início em 1986 com um grupo de médicos que partilhavam do mesmo objetivo de criar um hospital moderno, com equipamentos inovadores e aliado a um atendimento de qualidade que que preza pelo conforto e bem-estar de seus pacientes.

O projeto inicial com 35 médicos-sócios hoje conta com mais de 100, além dos 600 funcionários, 7.500 atendimentos no pronto atendimento e as 600 cirurgias realizadas mensalmente.

Imagens: Divulgação

Mais em: Hospital São Francisco e VIRA Comunicação

Imagem: Divulgação – Foto Adam Nieścioruk no Unsplash

Imagem: Divulgação – Foto Jens Lindner no Unsplash

Imagem: Divulgação – Foto Kamila Maciejewska no Unsplash

Imagem: Divulgação – Foto Marcus Lewis no Unsplash

Imagem: Divulgação – Foto Michael Amadeus no Unsplash

Imagem: Divulgação – Foto Toa Heftiba no Unsplash

Mais Acessadas

Início