Exposição

Infância Refugiada

Em 2017, o número de pessoas deslocadas chegou a 68,5 milhões. Destas, 25,4 milhões estão em situação de refúgio, sendo pouco mais de um quinto delas palestinas e mais da metade crianças. Nesse cenário, Síria, Líbano e Turquia apresentam uma realidade pouco divulgada: 85% das pessoas em situação de refúgio são acolhidas por países em desenvolvimento.

A exposição Infância Refugiada nos apresenta um pouco dessa realidade, com um olhar voltado aos jovens palestinos na Síria, Líbano e Turquia.

Imersa nessa conjuntura, Karine Garcêz vivenciou e registrou a experiência de crianças e adolescentes em situação de refúgio em países do Oriente Médio. Fotógrafa e cearense da cidade de Redenção, convertida ao Islamismo há 12 anos, Karine se dedica sobretudo ao registro de crianças e adolescentes atingidos pelos conflitos armados. Dedicação desafiante, pela coragem necessária para acessar o ambiente hostil e de vulnerável segurança, e, especialmente, pelo fato de ser estrangeira e mulher.

A exposição se vale da força da imagem, enquanto fonte de estímulo e memória e meio de revelar a um público mais amplo tal realidade, que envolve questões de diversidade e tolerância inter-religiosa e dos direitos de crianças e adolescentes.

Serviço:

MUSEU DA IMIGRAÇÃO

Endereço: R. Visc. de Parnaíba, 1316 – Brás, São Paulo – SP, 03164-300

Telefone: 11.2692.1866  museudaimigracao@museudaimigracao.org.br

Horário: Terça a Sábado, das 9h às 17h, e aos domingos das 10h às 17h.

Até: 16.dezembro.2018

Entrada: GRATUITA e sem inscrição.

Imagens: Divulgação

Mais em: Museu da Imigração

  

Mais Acessadas

Início