Pesquisa

DIFICULDADES é a Palavra do Ano para os brasileiros, aponta pesquisa

Levantamento feito pela consultoria CAUSE, em parceria com Instituto IDEIA Big Data, também revela avaliação regular sobre 2019 e perspectiva positiva para 2020.

A palavra ‘DIFICULDADES’ ter sido escolhida como a que melhor representa 2019 é algo que reflete os sentimentos vividos no país nos últimos 12 meses.

A palavra escolhida pela maioria dos brasileiros como a que melhor define 2019 é “DIFICULDADES”, de acordo com a pesquisa Palavra do Ano realizada pela consultoria CAUSE, em parceria com o Instituto IDEIA Big Data, entre 1º de setembro e 25 de novembro. O termo foi escolhido por 21% da população.

Em sua quarta edição, o estudo teve como principal objetivo levantar junto aos cidadãos opiniões quanto à perspectiva em relação ao ano de 2019, com a escolha da palavra que melhor o define, além do sentimento por ele provocado. As entrevistas foram realizadas com 1.548 pessoas de todas as regiões do país, uma amostra que garantisse a representatividade por faixa etária, gênero, escolaridade e classe social. A margem de erro é de 4 pontos percentuais para mais ou para menos.

A pesquisa foi feita por meio de questionários online e contou com três etapas. Na primeira delas, a população foi convidada a indicar a palavra que melhor resumisse 2019; na segunda, especialistas de diversas áreas de atuação ordenaram o resultado da primeira fase e listaram as “palavras do ano” de sua preferência. Na terceira, a lista de termos resultante das duas etapas anteriores foi submetida à votação popular.

“Compreender o ‘espírito do tempo’ é importante para definirmos estratégias, e a pesquisa Palavra do Ano é uma maneira de conhecermos um pouco mais sobre o clima atual. A palavra ‘DIFICULDADES’ ter sido escolhida como a que melhor representa 2019 é algo que reflete os sentimentos vividos no país nos últimos 12 meses. Nos chamou a atenção o fato de ela ter sido colocada no plural, o que mostra que as dificuldades vividas pelos brasileiros ocorreram em diversas áreas e maneiras, seja na vida profissional, pessoal ou em relação a governos, por exemplo”, afirma Leandro Machado, cientista político e sócio da CAUSE.

O ranking “top 3” da pesquisa é composto, além do termo “DIFICULDADES”, pelas palavras “ESPERANÇA”, indicada por 15% dos participantes, e “RENOVAÇÃO”, apontada por 13% deles.

SENTIMENTO 2019 x 2020

Segundo a pesquisa, de maneira geral, 2019 foi visto como regular para a maioria das pessoas. Contudo, a avaliação positiva feita por 34% dos participantes – soma dos que avaliaram o ano como ótimo (9%) ou bom (25%) – é um pouco maior do que a negativa, opinião de 29% dos entrevistados – somando os que avaliaram o período como ruim (15%) ou péssimo (14%).

Quando perguntados sobre a expectativa para 2020 em relação à 2019, 2 de cada 3 pessoas afirmaram ser positiva. Mesmo entre aqueles que têm uma visão mais negativa sobre o ano atual, a perspectiva é de que o próximo será melhor.

“A vida do brasileiro comum está permeada de dificuldades: na saúde, no emprego, na mobilidade urbana e na falta de segurança. A palavra de 2019 reflete a dura realidade do dia a dia”, conclui o presidente do IDEIA Big Data, Maurício Moura.

O relatório completo pode ser acessado no site da CAUSE

Imagem: Divulgação

Mais em: CAUSE e DINO

 

Mais Acessadas

Início