Cinema

Inscrições do 1º edital Cardume para produção de curtas-metragens seguem abertas até 15 de agosto

O serviço de streaming dedicado ao audiovisual independente brasileiro selecionará um projeto, que receberá R$ 15 mil para realização do filme, além de consultoria de produção, diárias de equipamentos, tratamento de cor, finalização de áudio e distribuição em festivais.

Seguem abertas até o dia 15 de agosto no site www.cardume.tv.br as inscrições para o 1º edital Cardume para produção de curtas-metragens. Lançada no final de 2019 por um casal de atores e produtores de cinema, a plataforma de streaming visa difundir a produção nacional de curtas-metragens e apoiar o mercado audiovisual independente do Brasil.

Com assinatura popular, que vai de R$ 5 reais (Plano Peixe) a R$ 14,90 por mês (Clube de Benefícios), a Cardume busca criar público para o formato e destina 80% de sua renda para os realizadores dos filmes em catálogo, além de ações de formação e fomento, como cursos e editais. “Somos uma iniciativa do próprio meio tentando remar contra a maré”, diz o fundador Daniel Jaber.

O edital selecionará um projeto de curta-metragem de baixo orçamento com roteiro de até 20 páginas. O vencedor receberá um prêmio de R$ 15 mil para a realização do filme e uma verba extra de R$ 1.5 mil para poder inscrever seu título em festivais nacionais ou internacionais de cinema.

A Cardume também contou com o apoio de parceiros, que oferecerão diversos benefícios para que o realizador ou realizadora do projeto eleito possa desenvolver o filme, dentro de um prazo de dez meses. São eles:

 

* Consultoria de produção, oferecida pela produtora Habitante Filmes;

* Três diárias de equipamentos de gravação e monitoração, incluindo uma câmera Alexa mini, tripé, baterias, lentes, link e follow, cedidos pela locadora de equipamentos Filmes do Bem;

* Tratamento de cor, oferecido pela produtora Rec Color;

* Finalização de áudio em stereo, oferecida pela produtora Rec Studio;

* Distribuição profissional do curta-metragem na janela de festivais pela Tarrafa Produtora e Distribuidora pelo período de um ano.

 

Não há taxa de inscrição, mas o realizador precisa ser assinante do Clube de Benefícios para participar. “Este edital é inteiramente financiado pela verba arrecadada com as assinaturas da plataforma. Agradecemos a cada assinante que valoriza e incentiva o cinema nacional, além dos nossos parceiros, que nos ajudaram a tornaram isso possível”, diz a co-fundadora Luciana Damasceno.

SOBRE A CARDUME

A Cardume tem atualmente 200 títulos no catálogo, sendo mais de 70 disponíveis exclusivamente no portal. Os curtas foram selecionados entre quase 1400 inscritos e entre eles, há premiados em diversos festivais, como “Boca de Fogo” (Luciano Pérez Fernández), “Ingrid” (Maick Hannder) e “O Malabarista” (Iuri Moreno).

Também estão na seleção filmes realizados por nomes conhecidos do audiovisual brasileiro, como “14 Bis”, de André Ristum, com Daniel de Oliveira e Nicola Siri no elenco, “Pulso”, dirigido por Danni Suzuki e estrelado por Joaquim Lopes, e dois curtas do diretor Diego Müller: “A Invasão do Alegrete” e “Em Pedaços”.

Toda semana há uma estreia na Cardume. Em 2020, foram mais de 120. Debates online com os realizadores, mediados pelos fundadores do portal, também fazem parte da programação. A plataforma promove ainda intercâmbio entre escolas de audiovisual, permitindo que alunos de uma instituição conheçam o trabalho feito em uma outra, e tem parcerias com festivais de cinemas e instituições culturais.

Os assinantes podem optar pelo Plano Peixe (R$ 5/mês), que dá acesso a todos os filmes do catálogo, ou Clube de Benefícios, que também inclui descontos em cursos, serviços e editais exclusivos para profissionais do audiovisual. “Indicamos para quem quer, além de assistir aos curtas, produzir cinema independente cada vez mais e melhor”, explica Jaber. Para o Clube de Benefícios há planos mensal, trimestral, semestral e anual, com valores de R$ 11,90 a R$ 14,90/mês, e a primeira mensalidade, independente da periodicidade está com preço promocional de R$ 9,90.

SOBRE OS FUNDADORES

Daniel Jaber – Formado pela UFMG, é ator e bailarino. Na Cardume, integra a equipe de inteligência comercial e é mediador das sessões de cinema online com debate. Como ator, já trabalhou com nomes como Marcelo Caetano e Elza Cataldo entre outros. Nos últimos anos, além do constante estudo na atuação, dedica-se também ao estudo de roteiros audiovisuais. Em 2020, ganhou o prêmio de melhor roteiro de curta no ROTA e foi integrante do júri de longas-metragens no Festival de Cinema de Gramado.

Luciana Damasceno – Roteirista, atriz, coreógrafa e professora, formada pelo Palácio das Artes/BH. Na Cardume, integra a equipe de gerência da curadoria e do marketing e é mediadora da Sessão de Cinema Online. Foi curadora do Prêmio Cabíria em 2019 e 2020, roteirizou e dirigiu de mais de 20 espetáculos em Minas Gerais e tem trabalhos premiados em festivais nacionais e internacionais. Recentemente atuou no longa “Todos los muros que pede la piel”, do diretor peruano Angel Pajares (em finalização).

Imagens: Divulgação – Foto abertura – ‘O Quebra Cabeça de Tarik’/2015 – 20 minutos – Diretora-Maria Leite Escritor-Eduardo Felix

Mais em: Cardume e Sofia Carvalhosa Comunicação

Imagem: Divulgação – Edital foi financiado com verba das assinaturas da plataforma.

Imagem: Divulgação – Luciana Damasceno e Daniel Jaber, casal fundador da Cardume.

Mais Acessadas

Início