Literatura

COMO NASCE UM LIVRO?

A turminha do CEDIN esteve na Gráfica e Editora Adonis para conhecer como nasce um livro.

A Gráfica e Editora Adonis e a Polizeli Turismo viabilizaram, no último dia 03, a participação das crianças do Centro de Vivências do Desenvolvimento Infantil, a escola de Educação Infantil da Fundação Romi, no projeto “Como nasce um livro?”. O projeto, de incentivo à leitura e escrita, opera há 12 anos.

Ambientado com o mais famoso e difundido livro de Rubem Alves, A menina e o pássaro encantado, a esta temporada do projeto “Como nasce um livro?” apresenta uma viagem sobre as curiosidades do mundo gráfico e editorial e a vida e obra do escritor Rubem Alves. O percurso pelo parque gráfico e editorial Adonis abrange todos os setores de produção de um livro, além de um acervo do Instituto Rubem Alves com objetos pessoais do escritor. Ao final da visita, a criança ainda ganhou dois livros, um deles assinado por Rubem Alves.

“O hábito da leitura é um grande estímulo à criatividade, imaginação, inteligência, e à capacidade verbal e de concentração. Assim como os brinquedos, também os livros deveriam estar presentes no dia-a-dia das crianças. Eles enriquecem o repertório infantil, leva a criançada a mergulhar em aventuras e “produz” adultos leitores”, afirma a Coordenadora do CEDIN, Camila Bonfati Costa Jorge.

Para o Superintendente da Fundação Romi, Vainer Penatti, esse tipo de parceria é extremamente benéfico, sobretudo, para os alunos do CEDIN e educadores. “Estou certo que as crianças guardarão essa experiência e que isso impactou suas vidas. A leitura na infância favorece a inteligência, além do que, pesquisas mostram que uma boa relação com a literatura no início da vida afeta positivamente diversas habilidades cognitivas”, pontua. “São empresas como essas, Adonis e Polizeli, que apoiando organizações do 3º setor, como nós, fomentam o desenvolvimento social de Santa Bárbara d’Oeste e região”, conclui Vainer.

Sobre o CEDIN

Fruto dos mais de 20 anos de sucesso do Núcleo de Educação Integrada da Fundação Romi, o Centro de Vivências do Desenvolvimento Infantil é resultado de uma parceria entre a instituição e a Secretaria Municipal de Educação de Santa Bárbara d´Oeste. Uma escola de ensino infantil, Jardim I e II, voltada para o atendimento de crianças de 4 e 5 anos, prioritariamente em situação de vulnerabilidade social, e cuja metodologia de ensino própria, inspirada em Vygotsky, Piaget, Freire e na experiência da cidade italiana Reggio Emilia, empodera a criança fazendo dela protagonista de sua formação através de desafios temáticos, espaços lúdicos e ateliês de conhecimento. O CEDIN está localizada na Avenida João Ometto, 200, Jd. Panambi, em Santa Bárbara d´Oeste. (19) 3499-1554. www.fundacaoromi.org.br/cedin.

Sobre a Fundação Romi

Criada em 1957, em Santa Bárbara d’Oeste, pelo casal Américo Emílio Romi e Olímpia Gelli Romi, a Fundação Romi tem como missão promover o desenvolvimento social e humano através da educação e cultura. Pioneira na promoção da comunidade regional e na realização de ações sociais, atende mais de 30 mil pessoas por ano por meio de seus quatro grandes eixos: o Centro de Vivências do Desenvolvimento Infantil (CEDIN), o Núcleo de Educação Integrada (NEI), Centro de Documentação Histórica (CEDOC) e a Estação Cultural (EC). Tendo como apoiadora a Indústrias Romi S.A., instituições governamentais e não governamentais e demais parceiros da iniciativa privada, a Fundação Romi objetiva, continuamente, atingir maior número de beneficiários por meio de suas áreas de atuação, seus programas e projetos. Av. Monte Castelo, 1095, Jd. Primavera – Santa Bárbara d’Oeste, SP. (19) 3499-1555. www.fundacaoromi.org.br.

Mais em: Fundação ROMI

Mais Acessadas

Início