Saúde

Como a gameterapia ajuda na recuperação pós-COVID

O novo método terapêutico com uso de videogames e realidade virtual tem sido utilizado pela clínica de fisioterapia do UniMetrocamp, em Campinas. Professores e pacientes relatam resultados satisfatórios.

Incentivar todas as partes do corpo é um dos principais objetivos da fisioterapia, principalmente na recuperação de casos clínicos mais graves, como em pacientes de pós-COVID-19. Por isso, os profissionais buscam novas possibilidades terapêuticas para não só melhorar o aspecto físico, mas também para ampliar a eficácia e trazer mais motivação ao longo do tratamento. E assim chega a gameterapia, prática que utiliza videogames e realidade virtual para a reabilitação e tem se tornado cada vez mais popular. Em Campinas, o Centro Universitário UniMetrocamp tem utilizado as tecnologias na clínica de fisioterapia, com resultados bastante positivos em pessoas que contraíram o novo coronavírus, sofreram complicações e necessitam de cuidados redobrados na recuperação.

A professora e coordenadora do curso de Fisioterapia, Alice Bella Lisbôa, explica o funcionamento do método e destaca algumas razões que levam a um desempenho melhor em comparação às técnicas convencionais.

“O ambiente virtual gera impactos positivos na motivação do paciente e faz com que ele treine com mais frequência e por um período maior. O feedback fornecido pelos jogos constrói e reforça a motivação e acelera a recuperação dos pacientes, além de contribuir para a assiduidade e adesão nas sessões. O uso do videogame e da realidade virtual compõe a sessão da fisioterapia após a avaliação usual e por meio dos distúrbios observados, o fisioterapeuta traça as condutas de acordo com cada disfunção. Com a realidade virtual é possível fazer a simulação de uma situação real, ajudando nas atividades de vida diária.  Trabalhamos os estímulos motores e cognitivos pelo uso do videogame”, diz.

De acordo com a coordenadora, os benefícios observados nos pacientes, que já passaram pela gameterapia, reforçam a importância da fisioterapia na recuperação e diminuição das sequelas. “Em casos de problemas cardiovasculares e no sistema respiratório, a gameterapia contribui para melhora do condicionamento cardiovascular, reexpansão pulmonar, controle de peso e sedentarismo. E a realidade virtual tem sido usada até para estimular o fortalecimento da musculatura pélvica e controle da incontinência urinária”, completa.

Atendimento gratuito
O serviço gratuito de fisioterapia respiratória e motora do Centro Universitário UniMetrocamp é prestado às pessoas com sequelas da COVID-19 no Núcleo Integrado Interdisciplinar de Saúde (NIIS) da instituição, mediante agendamento prévio telefone (19) 4501-2781 ou pelo endereço de e-mail poscovid.unimetrocamp@gmail.com. Todas as pessoas agendadas também terão acompanhamento nutricional durante o tratamento. Seguindo todos os protocolos de segurança sanitária, o uso de máscara continua obrigatório. Todos devem  manter o distanciamento de dois metros durante as sessões.

Sobre o Centro Universitário UniMetrocamp

O Centro Universitário UniMetrocamp é referência em educação com qualidade e inovação desde 2002, oferecendo aos alunos educação de padrão internacional, por meio de um corpo docente especializado, infraestrutura de nível mundial – com 29 laboratórios para os cursos específicos, de última geração, 15 laboratórios de informática, 05 clínicas de saúde, bibliotecas com acervo atualizado e salas de aula modernas – além de programas de suporte ao aluno (Care) e programas internacionais, como curso de inglês, intercâmbio e palestras com professores estrangeiros. Com 18 anos de experiência em Campinas/SP, a instituição investe constantemente para formar cidadãos profissionais com experiência de aprendizado internacional, capazes de suprir as demandas do mercado de trabalho, bem como atingir seus objetivos educacionais e de carreira.

Cursos e estrutura

O Centro Universitário UniMetrocamp possui 27 cursos de graduação e 38 cursos de Pós-Graduação nas áreas de Arquitetura, Comunicação, Design, Direito, Engenharia, Gastronomia, Gestão e Negócios, Saúde, Tecnologia e Educação. Com mais de 14 mil m² de infraestrutura de padrão internacional, a faculdade possui 29 laboratórios de cursos específicos, com equipamentos de última geração, 15 laboratórios de informática, 05 clínicas de saúde, 77 salas de aula modernas e equipadas com ar-condicionado e 1 auditório com capacidade para cerca de 250 pessoas.

Imagem: Divulgação

Mais em: UniMetrocamp | Wyden e Novità Comunicação

Mais Acessadas

Início