Saúde

4 passos para tratar a celulite sem cremes ou procedimentos estéticos

É fato. As celulites sempre causam um desconforto em algum grau. Seja por questões estéticas ou pelo entendimento de que é um sintoma de intoxicação das células. A boa notícia é que o tratamento não precisa de investimentos com cremes ou procedimentos estéticos elaborados. Basta conhecer as causas e assumir o controle para que as mudanças aconteçam. Essa é a primeira temática da nova WebSérie “Ter beleza é ter saúde” apresentada pela Dra. Kátia Haranaka em seu canal no YouTube https://www.youtube.com/c/KatiaHaranakaCentroIntegrado.

“Sou diariamente procurada por um desejo de beleza e isso me motivou a continuar meu propósito, como médica, de ensinar, além de cuidar diretamente das pessoas. Não transcrevo cremes ou procedimentos estéticos de forma isolada. Meus pacientes precisam entender que são protagonistas de suas vidas com suas próprias escolhas. Por conta disso, eu quero amplificar o entendimento de que a beleza é uma consequência da saúde e que os procedimentos estéticos apenas evidenciam a forma com que o corpo está sendo cuidado”, resume Dra. Katia Haranaka.

Primeiro é importante entender o que é a celulite e os graus. Vale ressaltar que não é uma condição patológica –  uma doença. Trata-se do resultado de uma série hábitos e atitudes que levam às células a acumularem gorduras e toxinas em diferentes níveis.

Faça você mesmo o teste:

Grau 1: visível ao beliscar a pele;

Grau 2: pele apresenta irregularidade ao apalpar, porém sem dor;

Grau 3: é visível sem apalpar a pele, ainda sem dor:

Grau 4: textura de pele bastante irregular com dor por conta dos nódulos cheios de toxinas que comprimem os nervos.

Confira os 4 passos para tratar a celulite que tem a premissa de fazer o corpo estar bem hidratado (mínimo de 3l litros de água por dia), não consumir leite e derivados ou glúten:

  1. Adequar seu peso

Um importante balizador é o quanto os joelhos e articulações podem suportar. Em linhas gerais, pode- se usar a regra da altura x peso. Estar no mesmo nível ou abaixo da altura.

  1. Alteração hormonal

Estar com exames em dia e com uma boa leitura deles é fundamental, o estradiol pode estar alto e a progesterona baixa, ou ainda, os hormônios da tireoide alterados.

  1. Alimentação

Privilegiar os alimentos da natureza e evitar os processados será a melhor escolha para estar bem nutrido. O corpo precisa de água, fibras, minerais e aminoácidos.

  1. Circulação sanguínea

Tão importante quanto se exercitar a ponto da frequência cardíaca subir é não fumar e não usar anticoncepcional para que o corpo possa cumprir suas funções de levar sangue à todas as extremidades.

 

Dra. Katia Haranaka (CRM 76611/SP)

Possui formação médica e especialização em cirurgia plástica pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas no ano de 1.996.

Responsável pelo “Katia Haranaka Centro Integrado de Dermatologia e Cirurgia Plástica que dispõe atualmente, de +32 mil pacientes registrados.

Pós graduada em Neuroendocrinologia médica com Dr. Lair Ribeiro em 2019, mas juntos, há 15 anos, comungam do mesmo ideal: “obter resultados através da mudança da alimentação”.

Imagens: Divulgação – Foto abertura Houcine Ncib no Unsplash

Mais em: Dra. Katia Haranaka e Novità Comunicação

Imagem: DivulgaçãoDra. Katia Haranaka

Mais Acessadas

Início