Saúde

Hospital São Francisco de MOGI-GUAÇU comemora três anos realizando cirurgias cardíacas na Baixa Mogiana

Com 100 procedimentos já realizados.

Com índices de sucesso semelhantes aos de grandes centros, o Hospital São Francisco de Mogi-Guaçu comemora uma conquista: três anos realizando cirurgias cardíacas e oferecendo segurança e comodidade aos pacientes e familiares da Unimed Regional da Baixa Mogiana e particulares.

As doenças cardíacas, de um modo geral, afetam o coração e os vasos sanguíneos e constituem a maior causa de morte na população adulta. A doença arterial coronariana e a doença cerebrovascular são exemplos. Hábitos como a má alimentação, sedentarismo, estresse e uso abusivo de substâncias tóxicas como tabaco e álcool, são fatores de risco para o surgimento de patologias no aparelho cardiovascular.

A primeira cirurgia cardíaca realizada pelo Hospital São Francisco aconteceu em julho de 2016 e, desde então, já foram realizados 100 procedimentos. Foram 49 cirurgias de revascularização miocárdica, 30 implantes de marcapasso cardíaco, 11 cirurgias de troca valvar aórtica e 08 cirurgias de troca valvar mitral, 01 correção de dissecção de aorta ascendente, além de um 01 implante percutâneo da valva aórtica (TAVI) – transapical.  Em todos os procedimentos a alta hospitalar acontece em média de cinco a seis dias após intervenção e o índice de reinternação é baixo (alta resolutividade).

A cirurgia cardiovascular engloba o tratamento das doenças das artérias coronárias, da aorta e seus ramos, das valvas cardíacas, das cardiopatias congênitas e da insuficiência cardíaca, através de cirurgia tradicional ou procedimentos híbridos – associação de cirurgias com implantes de stents.

Para realizar os procedimentos, o Hospital São Francisco conta com estrutura e equipe profissional prontas para corresponder às demandas da especialidade, nas áreas da cardiologia clínica/ritmologia,  intervencionista, cirúrgica e diagnóstica – angiotomografia de coronárias, cateterismo cardíaco, MAPA, holter, teste ergométrico, estudo eletrofisiológico, ecocardiograma com estresse físico, ecocardiograma transtorácico e transesofágico, aliando ética, capacidade técnica, equipamentos de última geração, abordagem multidisciplinar e sobretudo respeito ao paciente.

A equipe médica altamente especializada conta com os cirurgiões cardíacos Dr. Sckandar Mussi Junior, que é formado pela Unifenas e atua em cirurgias cardíacas desde 2001 e  Dr. Marcos Fassheber Berlinck, formado pela Universidade São Francisco,  Dra. Renata Caroline S. Peguin Reis, formada pela UNESP, é a cardiologista da equipe, e a Dra. Márcia Regina Mudenuti Rodrigues e o Dr. André Luis Paliares Mateus Rodrigues, ambos formados pela Faculdade de Medicina de Jundiaí, representam a equipe médica Intensivista.

“Valorizamos uma avaliação individualizada, indicando o tratamento mais apropriado para cada caso e rigoroso acompanhamento dos pacientes após a intervenção, buscando minimizar tempo de internação e mortalidade”, explica o cirurgião cardíaco do Hospital São Francisco de Mogi Guaçu, Dr. Sckandar.

“Contamos com uma equipe completa com cirurgião cardíaco, cardiologista, intensivista, anestesista, hemodinâmica, monitorização intraoperatória com ecocardiografia transesofágica, perfusionista -circulação extracorpórea, equipe médica clínico e cirúrgico, destacando-se como grandes parceiros cardiologistas da Baixa Mogiana, nefrologia, clínica médica, cirurgias torácica e vascular, além de equipe multidisciplinar: fisioterapia, nutrição, enfermagem, farmácia, banco de sangue, psicologia, CCIH e serviço social”, cita a cardiologista Dra Renata Peguin.

Sobre o Hospital São Francisco de Mogi-Guaçu

Com mais de 30 anos de história, o Hospital São Francisco teve seu início em 1986 com um grupo de médicos que partilhavam do mesmo objetivo de criar um hospital moderno, com equipamentos inovadores e aliado a um atendimento de qualidade que que preza pelo conforto e bem-estar de seus pacientes.

O projeto inicial com 35 médicos-sócios hoje conta com mais de 100, além dos 600 funcionários, 7.500 atendimentos no pronto atendimento e as 600 cirurgias realizadas mensalmente.

Imagens: Divulgação – abertura FreePik

Mais em: Hospital São Francisco e VIRA Comunicação

Imagem: Divulgação – Equipe Cardíada HSF.

Mais Acessadas

Início