Fotografia

Dicas para guardar as lembranças de viagens

É importante tornar uma viagem inesquecível, guardando fotos, fazendo um álbum ou, até mesmo, escrevendo um diário sobre os momentos vividos.

Algo saudável para fazer na quarentena é revirar o baú das memórias e trazer para a mente a leve brisa do mar, a bela vista da janela do hotel e o pôr do sol inesquecível. Relembrar uma viagem é, de certa forma, reviver as experiências únicas que só quem vive em movimento é capaz de ter.

No momento, viajar não é possível por conta do necessário distanciamento social, mas trazer à tona situações e vivências pelo mundo pode gerar atividades inusitadas e, ao mesmo tempo, divertidas. Abaixo algumas das dinâmicas que podem ser feitas na quarentena:

Escrever um diário de viagem

É possível colocar no papel todas as memórias pelas estradas, portos e aeroportos. Basta escrever um diário com todas as percepções e experiências vividas na jornada. Caso tenha guardado, pode-se decorar cada folha colocando um ingresso ou ticket de transporte público.

Fazer um blog

Pode ser interessante escrever o diário de viagem na internet e compartilhar o link com as pessoas próximas que também gostam de viajar.

Organizar as fotos

É sempre a mesma coisa. Ao voltar de uma viagem, muitas vezes, descarrega-se as fotos das câmeras e celulares de qualquer jeito, sem separar os álbuns ou fazer uma seleção prévia. O tempo em quarentena ajuda a organizar esse material e facilitar o acesso.

Aprender a utilizar aplicativos de edição de imagem

É possível alterar as fotos em programas e aplicativos de edição, deixando as cores mais vivas, apagando algumas imagens e, até mesmo, melhorando a aparência de selfies.

Decorar as paredes com postais

Não precisa deixar postais incríveis escondidos no fundo de caixas e pastas. É possível colocá-los em destaque dentro de casa, fixando-os em murais coloridos ou inserindo em molduras divertidas, que combinam com o contexto da imagem.

Estimular as crianças

Uma tarde garante excelentes lembranças dos momentos em família, passados durante o passeio. As crianças se divertem e ainda dá para realizar uma atividade de desenho, por exemplo, das paisagens vistas na viagem.

Cozinhar um prato típico

A memória gustativa faz parte das histórias de viagem e podem ser revisitadas por meio da gastronomia. Na Internet dá para encontrar receitas que podem ser preparadas com os ingredientes disponíveis na dispensa. Se a cozinha não é o forte, vale também pedir pelo delivery.

Fazer scrapbooks

Para quem não conhece, scrapbook é a técnica de organizar fotografias impressas em cadernos personalizados e temáticos. Com os papéis é possível colocar toda a criatividade para fora, brincando com cores, texturas e colagens.

Dar um destino certo para os mapas

Mesmo com a chegada da tecnologia muita gente ainda gosta de viajar com mapas de papel. Mas o que fazer com eles depois que acaba a viagem? Podem ser usados para encapar cadernos, pastas e caixas. Assim as memórias estarão cada vez mais próximas.

Abrir uma conta no Instagram

O Instagram pode ser utilizado para guardar aquelas fotos incríveis da viagem e, também, colocar na legenda alguma dica imperdível que poderá ajudar outras pessoas que estejam interessadas em fazer o mesmo roteiro. Vale recomendar um restaurante, um hotel ou um passeio.

Planejamento de viagem com o Clube Candeias

Mais emocionante que relembrar uma viagem, é planejá-la. Ao contar com o Clube Candeias, o viajante pode ficar sossegado em qualquer lugar do mundo, já que o Clube dispõe de mais de 500 mil opções em hospedagens nos cinco continentes.

As vantagens em ser associado são diversas, por isso a equipe de vendas Clube Candeias está sempre pronta para atender e explicar os benefícios. Há concessionárias localizadas em várias cidades do Brasil. Vale conhecer mais o Clube Candeias.

Pode-se também conhecer a edição limitada série especial RC1 do Clube Candeias e viajar muito mais.

Imagem: Divulgação

Mais em: Clube Candeias e DINO

Mais Acessadas

Início