Economia

BRASIL: Proposta do governo reduz de 44 para 12 às atividades beneficiadas pelo Perse

No fim de março, o Governo Federal formalizou a proposta que prevê reduzir de 44 para 12 as atividades econômicas beneficiadas pelo Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos (Perse), programa criado em 2021 para auxiliar as empresas do setor de eventos e turismo a se recuperarem dos impactos econômicos da pandemia. Na ocasião, as empresas foram beneficiadas com a suspensão da tributação de quatro contribuições (Imposto de Renda de Pessoa Jurídica, CSLL, PIS e COFINS).

Para Eduardo Galvão, tributarista do GBA Advogados Associados, a medida é uma reviravolta muito positiva, visto que o Governo queria revogar o benefício. “A recuada do Governo Federal em não revogar mais o benefício e sim reavaliar as atividades econômicas a serem beneficiadas dá esperanças ao setor, que ainda sofre economicamente com os impactos da pandemia. Àquelas que não estiverem enquadradas nas atividades econômicas mantidas no programa podem entrar com uma ação judicial”, pontua.

Enquanto não há uma definição sobre o Perse, o presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco, prorrogou a validade da Medida Provisória 1.202/2023, que trata do Perse, por mais 60 dias, possibilitando a continuidade da discussão do tema no Congresso.

Projeto do Governo

O projeto apresentado pelo Governo Federal reduz de 44 para 12 as atividades autorizadas a ter acesso ao Perse. Além disso, prevê uma reoneração gradual até 2026 dos tributos das empresas que permanecerem no programa e a exclusão daquelas com faturamento acima de R$ 78 milhões.

Segundo o projeto, poderão continuar com o benefício do Perse: bares, restaurantes, hotéis, casas de festas e eventos, organização de feiras, congressos, exposições e festas, produção de espetáculos teatrais, musicais e de dança, circos, atividades de sonorização, de iluminação e de artes cênicas.

Por outro lado, seriam excluídas empresas de transporte, operadores turísticos e agências de viagem, museus, albergues, apart-hotéis, alojamentos e campings, serviços de filmagem e de bufês para festas e eventos, cinemas, aluguel de equipamentos esportivos e recreativos, casas de festas e de eventos, zoológicos e produtores de filmes publicitários.

O texto também prevê um programa de “autorregularização”, no qual empresas que usaram indevidamente o Perse para pagarem menos impostos antes de março de 2024 possam confessar a irregularidade. Elas quitariam à vista os tributos devidos, com juros, mas sem a punição de multas de mora e de ofício.

O advogado está à disposição para entrevistas para explicar como a proposta irá afetar economicamente os empresários e a arrecadação do governo.

Sobre o GBA Advogados Associados

Formado por profissionais com alto conhecimento e experiência no Direito Público e Privado, o Granito, Boneli e Andery – GBA Advogados Associados foi fundado há mais de 40 anos, em Campinas (SP), e, após processo de fusão, em 2017, teve sua equipe completamente estruturada e solidificada. Com foco em Direito Empresarial, oferece suporte e assessoria jurídica a empresas e fundamenta-se em três pilares para a entrega com excelência: equipe com vasto conhecimento multidisciplinar com visões empresariais e econômicas abrangentes; atendimento personalizado; além de serviços completos, aprofundados e projetados de acordo com a necessidade específica de cada empresa, em vários campos de expertise. São eles: Crise Financeira e Recuperação Empresarial, Recuperação Judicial e Falência, Direito Tributário, Contratos Empresariais e Civis, Planejamento Patrimonial e Sucessório, Planejamento Societário, Direito Médico, Direito Imobiliário, Relações de Consumo e Direito Trabalhista. O GBA Advogados Associados é certificado pela ISO 9001 e foi reconhecido pelo anuário Análise Advocacia como um dos escritórios mais admirados do país. Além da sede em Campinas, conta com filiais em Cuiabá (MT) e São Luís (MA).

Imagens: Divulgação – Foto abertura Davi Costa no Unsplash

Mais em: GBA Advogados Associados e WGO Comunicação

Mais Acessadas

To Top