Notícias Corporativas

Odontologia: como é a realização de procedimentos estéticos?

De acordo com o relatório publicado pela Plastic and Reconstructive Surgery, jornal americano, o número de procedimentos não invasivos como, por exemplo, a harmonização facial, aumentou nos últimos anos, principalmente na América Latina. 

Atualmente, o setor de estética tem ampliado seu campo de atuação: não é mais preciso que apenas cirurgiões plásticos ou dermatologistas executem procedimentos voltados à aparência e à autoestima.

A área, nos últimos anos, por exemplo, conta com profissionais com conhecimentos mais amplos para tratar de procedimentos para além da odontologia tradicional. Desde 2017, segundo informações da SBOE (Sociedade Brasileira de Odontologia e Estética), o setor cresceu cerca de 300% com novos tratamentos e procedimentos. 

Para a Dra. Cinthia Jorge, dentista especializada em estética da Rede Odonto, o Brasil é referência mundial em áreas de saúde, como Ortopedia e Tratamentos Estéticos Odontológicos. “Temos 20% de dentistas do mundo. A odontologia estética vem evoluindo rapidamente, e os pacientes cada vez mais solicitando os procedimentos tanto estéticos quanto faciais”, complementa.

Os tratamentos e procedimentos odontológicos voltados para a estética são variados, é o que explica a dentista. “Na odontologia estética temos vários procedimentos, entre eles: clareamento dental, clareamento supervisionado, facetas, harmonização facial, bichectomia, aparelhos dentais, implantes e, por fim, a cirurgia plástica gengival”, afirma.

O crescimento desse campo de atuação foi notório entre os atuantes da área da saúde. De acordo com o Caderno de Tendências de 2019/2020, feito pelo Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) e ABIHPEC (Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos), o Brasil representa cerca de 6,9% do mercado mundial e está em 4º lugar na lista de países com os maiores mercados de odontologia estética.

Segundo a Dra. Cinthia Jorge, a odontologia estética tem o mesmo objetivo que a odontologia tradicional: possibilitar mudanças e corrigir imperfeições que incomodam quem está buscando por tratamento. “Mas, agora, há uma questão ainda maior que é promover uma boa autoestima e assegurar o bem-estar físico e emocional do paciente”, comenta.

Espera-se que nos próximos anos o setor de odontologia cresça ainda mais, possibilitando novos tratamentos para o campo estético. O relatório da Research and Markets, mostra que as expectativas são altas, acredita-se que sejam movimentados, até 2023, cerca de US$ 35,7 bilhões no setor, representando aproximadamente 5,59% de crescimento médio anual. 

Para mais informações, basta acessar: www.redeodonto.com.br

Mais Acessadas

To Top